Dicas

Picles em Vinagre: História e Curiosidades

Preservar os alimentos em vários tipos de conserva, para os poder ter disponíveis nas alturas do ano em que são menos abundantes, é um hábito culinário com milhares de anos.

Os picles são alimentos, vegetais ou de origem animal, conservados em vinagre ou numa salmoura, e talvez sejam uma das formas de preservação de alimentos mais antigas.

Os picles em vinagre são os mais comuns no sul da Europa, sendo nestes fundamental a qualidade do vinagre, podendo ser aromatizados com especiarias ou ervas aromáticas como o endro.

Pensa-se que os primeiros picles tenham aparecido na Mesopotâmia há mais de 4000 anos. e ao longo da história são várias as referências a estes alimentos.

Conta-se, por exemplo, que a rainha Cleópatra do Egipto comia picles, acreditando que estes a rejuvenesciam. Estes abundavam na alimentação das tropas de Júlio César, pois acreditava-se que aumentavam a força física e mental dos soldados. Conta-se ainda que Napoleão Bonaparte terá oferecido doze mil francos de recompensa à pessoa que apresentasse os melhores picles para alimentar a suas tropas.

Estes alimentos avinagrados são tão populares que existem inclusive imensas referências literárias: na obra de Shakespeare, por exemplo, abundam referências aos picles, incluindo como metáforas, o que revela que estes já estariam bem enraizados nos hábitos e tradições: How camest thou in such a pickle?( A tempestade, Acto 5, cena 1).

Apesar de já ser uma forma de preservação com milhares de anos, os picles ainda hoje são um alimento muito popular, presente numa série de pratos tradicionais da nossa gastronomia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *