Dicas

Tornar as Dietas Vegetarianas Criativas

Na passada sexta-feira, dia 3 de Março, foi aprovada no parlamento a inclusão de opções vegetarianas nas cantinas do sector público (hospitais, prisões, autarquias, escolas, etc.).

Mas o que é a alimentação vegetariana?

Pela definição da Direção Geral de Saúde, “a dieta vegetariana é um termo geralmente atribuído a um padrão de consumo alimentar que utiliza predominantemente os produtos de origem vegetal. Exclui sempre a carne e o pescado mas pode incluir ovos ou lacticínios. A inclusão de lacticínios e/ou ovos é um dos principais factores de diferenciação das dietas vegetarianas. Os cereais, hortícolas, fruta, leguminosas, frutos gordos e sementes são os alimentos comuns aos vários tipos de dietas vegetarianas”.

Existem, portanto, vários tipos diferentes de dieta vegetariana, de onde se distinguem, em traços largos, a dieta:

  • Ovolactovegetariana, que exclui a carne e o peixe, mas permite o consumo de ovos e lacticínios;
  • Vegetariana e vegan, que exclui todos os alimentos de origem animal.

Pode não abraçar logo uma destas dietas “a tempo inteiro” e optar por alternar pratos vegetarianos com pratos de carne e peixe. Esta será uma forma de manter uma alimentação mais saudável, retirando o máximo de nutrientes e saúde que os vegetais nos dão.

A própria dieta mediterrânica, apesar de contemplar todo o tipo de proteínas, dá uma grande preferência aos vegetais na alimentação do dia-a-dia.

É certo que há ainda o preconceito de que a alimentação vegetariana é enfadonha, sensaborona e repetitiva. Mas nada nos impede de tornar as dietas vegetarianas criativas: aprender a combinar toda uma grande variedade de vegetais e a usar outras fontes de proteínas, como o tofu ou o seitan, permite-nos trazer novos sabores à nossa mesa e mais variedade à nossa dieta.

Se lhes juntarmos novas formas de cozinhar e outros temperos e condimentos da cozinha do mundo, como o molho de soja, o sweet chilli, vinagre de arroz ou a harissa, a comida vegetariana pode trazer uma lufada de criatividade e saúde à nossa mesa.

A cozinha vegetariana é mais do que uma dieta, é uma nova forma de estar em equilíbrio. E também de experimentar algo novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *